DVD NEWS – LANÇAMENTOS DE JULHO CLASSICLINE

No mês de férias, a Classicline traz para vocês mais um clássico da dupla Dean Martin & Jerry Lewis, o raro faroeste cômico estrelado por Frank Sinatra e inédito em DVD Dirty Dingus Magee, e outras delícias:

O MAIS BANDIDO DOS BANDIDOS

19512329_10154895306494542_2031203889_n

Este faroeste cômico estrelado por Frank Sinatra, além de raro é inédito em DVD. Traz o cantor Sinatra em plena forma, além do ganhador do Oscar de melhor Ator Coadjuvante George Kennedy, e dirigido pelo especialista em faroeste Burt Kennedy.

Dingus Magee (Frank Sinatra) é um fora-da-lei que poucos levam a sério. Magee e seu antigo rival, Hoke Birdsill (GeorgeKennedy) se revezam em ser tanto homem da lei ou bandido e também em ser rivais ou parceiros no crime, dependendo das circunstâncias. Ele tenta melhorar de vida, mas há sempre alguém impedindo: o xerife trapalhão, os índios, sua namorada, e até mesmo a cavalaria local. Mas quando Belle Nops(Anne Jackson), a“prefeita” da cidade, resolve ficar contra esses dois picaretas, os antigos rivais unirão suas forças em um confronto cômico e repleto de ação!

 

BALAS CONTRA A GESTAPO

19265212_10154895306499542_980964106_n

Produzido em plena Segunda Guerra Mundial, Balas Contra a Gestapo, não é só mais um filme de propaganda de guerra, e sim um movimentado filme de gangsters lutando contra os maiores inimigos do planeta na época: os nazistas.

A vida tranqüila no Brooklin do apostador Gloves Donahue (Humphrey Bogart) e sua gangue toma um rumo inesperado quando o seu padeiro favorito é assassinado. Gloves vê a cantora da noite Leda Hamilton (Kaaren Verne) saindo da padaria e a toma como suspeita, mas quando mais assassinatos começam a acontecer, todo o grupo se vê envolvido em um grande complô organizado pelos nazistas dentro da cidade de Nova York, e terão que eliminar os agentes da Gestapo antes que uma grande tragédia aconteça.

 

AS IRMÃS

19512059_10154895306514542_708199705_n

Dirigido pelo Ucraniano Analote Litvak o filme mostra os problemas conjugais de três irmâs: Bette Davis, Anita Louise e Jane Bryan, se passando em várias fases do início do sec. XX, inclusive pelo terremoto de 1905, que destruiu a cidade de São Francisco. Agora adivinhem qual das três irmãs tem os maiores problemas?

Em um baile na noite da eleição de 1904, as irmãs Louise (Bette Davis), Helen (Anita Louise) e Grace (Jane Bryan) lidam com perspectivas românticas. Frank Medlin (Errol Flynn) convida Louise para dançar e o casal se apaixona. Eles fogem para se casar e se mudam de Silver Bow para São Francisco. Uma tragédia assola a família e Frank torna-se um alcoólatra, fugindo em um navio em busca de um novo começo. Naquela mesma noite São Francisco sofre um terremoto e Louise perde o apartamento. Dois anos se passam, a cidade é reconstruída e Louise progride em sua loja de departamentos. Mas quando sua irmã Grace tem problemas, ela volta para sua cidade natal e reencontra suas irmãs, cada uma delas vivendo tormentos pessoais dentro de seus casamentos. Enquanto isso, Frank retorna a São Francisco, e embora doente, parte para Silver Bow em busca de uma nova chance com sua esposa.

O DISCÍPULO DO DIABO

19512603_10154895306504542_1011876672_n

Antes de se especializar em filmes de ação como a franquia James Bond, o diretor inglês Guy Hamilton dirigiu este filme, uma aventura passada na véspera da Revolução Americana com três mitos do cinema: Kirk Douglas, Burt Lancaster e o inglês Lawrence Olivier. Bem estruturado e dinâmico, o filme prenderá sua atenção até o fim.

Durante o período colonial um arrogante comandante militar inglês, o general Burgoyne (Laurence Olivier) tenta manter uma província da colônia sob controle, combatendo e perseguindo os rebeldes nativos que desejam a independência do país. Entre eles, está Dick Dudgeon (Kirk Douglas), que acaba preso por engano, no lugar do Reverendo Anthony (Burt Lancaster) durante a Guerra da Independência Americana. Incapaz de falar a verdade por conta de princípios morais, ele continua recebendo a pena no lugar do reverendo. Sua atitude faz com que a esposa do reverendo, Judith (Janette Scott), creia que esse é um ato de amor, apaixonando-se perdidamente por Dick. Em meio ao cenário de guerra, os personagens vão descobrir quem eles realmente são.

DURANGO KID – INVASÃO SANGRENTA

 

19489437_10154895306489542_2074031790_n

O personagem Durango Kid foi um grande sucesso no cinema e nos quadrinhos na década de 40. Surgiu no cinema em 1940 no filme O Cavaleiro de Durango. Embora tenha feito um grande sucesso na época, somente em 1945 que a Columbia Pictures resolver produzir uma série de médias metragens para o cinema com o personagem, com o mesmo ator Charles Starrett. Foram produzidos 64 filmes de média metragem até 1952. Em 1960 essa série de média metragens foram exibidos na televisão brasileira com muito sucesso até o final dos anos 70.

Ao investigar uma série de ataques realizados pelos Índios, Durango Kid (Charles Starrett) acaba descobrindo uma rede de corrupção que envolve o mais alto escalão da cidade. O auto-nomeado prefeito Ace Brockway (Charles Wilson), corrupto e malfeitor, está secretamente fornecendo à tribo indígena local armamentos para atacar as caravanas de seu rival de negócios em uma tentativa de expulsá-lo para fora da cidade. Mas não se o Durango Kid e seus amigos prenderem Ace e seus capangas primeiro.

O SENHOR DA GUERRA19511796_10154895306524542_1461395943_n

Não houve nenhum blockbuster de ação nos anos 60 e 70 sem a presença do ator Charlton Heston. De Ben Hur ao remake do Planeta dos Macacos de Tim Burton em 2001, Heston sempre foi uma presença marcante em todos os filmes que participou. Nesse filme medieval de 1965, dirigido por Franklin J. Schaffner especialista no gênero, foi o primeiro de uma longa parceria envolvendo Heston e Schaffner no cinema.

No século XI, o poderoso Duque William de Ghent envia o seu mais leal cavaleiro Chrysagon (Charlton Heston), juntamente com seus guerreiros, para guardar e proteger seus assentamentos na costa da Normandia contra ataques e pilhagens dos bárbaros. Tentado a tomar Bronwyn (Rosemary Forsyth), a filha do ancião da vila, pela lei do droit de seigneur, o senhor da guerra acaba percebendo que se encontra perdidamente apaixonado pela bela donzela. Este filme marca a estreia da primeira parceria entre Charlton Heston e Franklin Schaffner, ambos premiados com o Oscar®. A obra foi adaptada para as telas de cinema a partir do romance e peça original de Leslie Stevens pelos renomados roteiristas John Collier e Millard Kaufman.

A BARBADA DO BIRUTA

19551137_10154895306519542_1490997514_n

Dean Martin & Jerry Lewis se conheceram em 1945 em shows de boates e cabarés, e resolveram se juntar em 1949, inicialmente no rádio no programa Martin & Lewis, que foi ao ar de 1949 a 1953. Também atuaram na televisão no mesmo período no programa The Colgate Comedy Hour. Já no cinema começaram em 1949 e atuaram em 16 filmes juntos até 1956, quando os dois se separaram. A Barbada do Biruta foi feito em 1953, é o primeiro filme colorido da dupla e foi produzido em 3D, recurso que surgiu e foi moda no início dos anos 50.

Na Nova York dos anos 1920, Herman “Honey Talk” Nelson (Dean Martin) é um apostador endividado que vai se arriscar numa corrida de cavalos. Se ganhar, poderá saldar o que deve ao mafioso “Jumbo” Schneider (Sheldon Leonard). Herman precisa ir a uma competição em Maryland e conta com a ajuda do primo Virgil Yokum (Jerry Lewis). Lá, ambos conhecem duas garotas e acabam se apaixonando: Herman por Phyllis Leigh (Marjie Millar), a dona do cavalo no qual está apostando; e Virgil por Autumn Claypool (Pat Crowley), a veterinária do cavalo. Herman acaba desistindo da aposta, esquecendo-se de sua dívida. O problema é que “Jumbo” está lá e decidido a ter seu dinheiro de volta.

 

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário