Clássicos Esquecidos: Victor ou Vitoria (1982)

Título original: Victor Victoria
Ano de produção: 1982
Estúdio: MGM
Diretor: Blake Edwards
Elenco: Julie Andrews, James Garner, Robert Preston, John Rhys Davies, Alex Karras e Leslie Ann Warren

A carreira do director Blake Edwards teve vários altos e baixos. Depois de do fracasso do filme S.O.B feito em 1981, onde literalmente desnudou a atriz e esposa Julie Andrews (que faz um topless no meio do filme), Edwards saiu com a família de Hollywood para a Inglaterra. Edwards queria produzir um filme musical para revitalizar a carreira de Julie ( e se desculpar também) e teve a idéia de refilmar o filme alemão “Viktor Und Viktoria” que era basicamente uma comédia, em uma comédia musical de época. Edwards voltou aos Estados Unidos tentou convencer a Lorimar que produzira o filme anterior S.O.B, mas  a empresa declinou quando soube que o orçamento era de R$ 20 milhões de dólares. Edwards bateu na porta da M.G.M que conhecia bem o talento de Edwards, e concordou financiar a produção.

De volta a Inglaterra, Edwards tratou de escolher o elenco para contracenar com  Julie: James Garner que já atuado em ocasiões anteriores com Julie (dizem as más línguas que o ator Tom Selleck quando soube da produção, foi procurar o diretor na Inglaterra, mas Edwards já tinha contratado James Garner), Robert Preston, John Rhys-Davies (que acabar de sair da produção do primeiro Indiana Jones), Alex Karras e Leslie Ann Warren (alguém se lembra da 5ª. Temporada da série Missão: Impossível? Aquela atriz sardenta e insegura se tornou uma grande atriz e foi candidata ao Oscar de melhor atriz coadjuvante.

O filme acabou sendo o maior sucesso da carreira da dupla Edwards/Andrews, um grande sucesso de bilheteria, vencedor do Oscar de melhor Trilha Sonora para o compositor Henry Mancini (merecido!).

O filme conta a estória de Victoria Grant, uma cantora lírica desempregada na Paris de 1934, que conhece também um cantor desempregado Carroll Todd (Preston). Juntos bolam um plano transformando Victoria em homem, o transformista Conde Victor Grezhinski. Levado aos palcos, o conde se torna a maior atração francesa, mas tudo se complica quando entra em cena o gangster King Marchand que se apaixona por Victor, e tudo vira uma grande confusão.

A Classicline relança o clássico com a sua dublagem em português, para você se deliciar com a música e as suas impagáveis cenas:

Vejam o trailer original do filme em HD

O filme originou em 1995 a versão musical na Broadway com Julie repetindo seu papel. Assistam um trecho da peça:

E quem quiser se aventurar o filme alemão está no link abaixo:

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário