Lançamentos | Versátil DVD

Nesse mês a Versátil DVD traz um box especial do genial diretor Orson Welles e mais:

O CINEMA DE ORSON WELLES

orsonwelles

“O Cinema de Orson Welles”, digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos desse grande gênio do cinema. A caixa apresenta todos os filmes em inéditas versões restauradas, além de mais de duas horas de vídeos extras.

  • DISCO 1
    • O PROCESSO (The Trial, 1962, 119 min.)
      Josef K. acorda um dia e se vê com a polícia em seu quarto. Após ser preso e responder a um processo, passa a investigar o motivo de estar sendo investigado. Brilhante e original adaptação de Welles para o romance absurdo de Franz Kafka.
    • A DAMA DE SHANGAI (The Lady from Shanghai, 1948, 87 min.)
      Fascinado pela beleza da Sra. Bannister, o marujo Michael vai trabalhar em um iate e acaba envolvido numa complexa trama de assassinato. Fascinante e polêmico filme noir de Welles com uma das cenas mais famosas do cinema.
  • DISCO 2
    • VERDADES E MENTIRAS (F for Fake, 1973, 88 min.)
      Um possível falso documentário sobre um falsário biógrafo de outro falsário. Mesclando ficção e realidade em uma reflexão complexa sobre a natureza da arte e da ilusão, Welles realiza uma obra-prima atemporal e impressionante.
    • GRILHÕES DO PASSADO (Mr. Arkadin, 1955, 98 min.)
      Sofrendo de amnésia, o milionário Sr. Arkadin contrata um detetive para investigar seu passado. Quando a investigação revela a sórdida origem de sua fortuna, testemunhas começam a morrer. Uma das obras mais ousadas e subestimadas de Welles.
  • DISCO 3
    • SOBERBA (The Magnificent Ambersons, 1942, 88 min.)
      Na Indianápolis do final do século XIX, a família Amberson tem dificuldades para lidar com as mudanças a seu redor. Apesar de mutilada pela RKO contra a vontade de Welles, “Soberba” é uma monumental obra-prima e mais uma prova do gênio de seu diretor.
    • É TUDO VERDADE (It’s all true, 1942/1993, 85 min.)
      Em 1942, Welles veio ao Brasil fazer um filme sobre a cultura local, porém o projeto ficou inacabado. Este documentário conta porque o filme não foi concluído, além de mostrar as lendárias cenas gravadas por Welles em nosso país.

A ARTE DE FEDERICO FELLINI

federico

Dois DVDs que reúnem três obras-primas em inéditas versões restauradas do genial Federico Fellini (1920­1993), um dos maiores diretores do cinema italiano do Pós­Guerra, além de “Ciao, Federico!”, ótimo documentário sobre os bastidores de Satyricon.

  • DISCO 1
    • Satyricon de Fellini (Fellini Satyricon, 1969, 128 min.)
      Na Roma de Nero, o jovem Encolpio lamenta a perda de seu amante, Gitone, para o melhor amigo, Ascilto. Onírico, extravagante, psicodélico, erótico e brutal, Satyricon é um retrato fascinante da decadência do Império Romano.
    • Ciao, Federico! (Idem, 1970, 60 min.)
      Fascinante documentário sobre os bastidores das filmagens de Satyricon, que registra o anárquico processo de criação felliniana e a relação do diretor com seu elenco, além da criativa utilização dos cenários.
  • DISCO 2
    • “Roma de Fellini” (“Roma”, 1972, 120 min.)
      Um filme­memória­tributo sobre a capital italiana que intercala relatos ficcionais da juventude de Fellini e de sua chegada à cidade com cenas da época das filmagens, e a busca do diretor por uma Roma mítica.
    • “A Voz da Lua” (“La Voce della Luna”, 1990, 118 min.)
      O lunático Salvini observa o mundo de maneira diferente, procurando sempre achar o seu lado poético, como se a lua o guiasse. Estrelado pelo comediante Roberto Benigni (“A Vida É Bela”), esse foi o último filme do mestre.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário