Lançamentos | Studio Classic

O selo Studio Classic traz esse mês o suspense baseado em fatos reais O Homem que Odiava as Mulheres e muito mais:

O HOMEM QUE ODIAVA AS MULHERES

Em 1960, Boston está sendo aterrorizada por uma série de brutais assassinatos de mulheres sem nenhuma aparente ligação, o que dá início a uma caçada humana crescente e aparentemente sem fim. Uma a uma, as vítimas aumentavam, e os assassinatos pareciam cada vez mais que o outro. Baseado numa história real, o filme segue o caminho dos investigadores através de várias pistas antes de introduzir o estrangulador como um personagem. Ele é visto quase que exclusivamente do ponto de vista dos investigadores que tem muito poucas pistas para construir o caso. Henry Fonda estrela como o investigador da polícia, John Bottomly. Tony Curtis nos brinda com uma magnífica interpretação no papel do psicopata, Albert DeSalvo, que o detive Bottomly precisa expor. Um fantástico thriller com duas indicações de melhor filme e uma indicação de Melhor Ator para Tony Curtis.

A SOMBRA DE UM GIGANTE

Parte baseado em fatos reais, parte em ficção, ‘A Sombra de Um Gigante’ apresenta uma dramatização da luta heróica de Israel entre 1947-48 pela independência. É simultaneamente uma história de guerra e um romance apresentado por um elenco de astros e estrelas, entre eles Kirk Douglas, Senta Berger e Angie Dickinson, assim como Yul Brynner, John Wayne e Frank Sinatra em papéis coadjuvantes. Após uma carreira no exército norte-americano, um herói da 2ª Guerra Mundial, o judeu americano Mickey Marcus (Douglas) é chamado ao novo Estado de Israel para ajudar a organizar um exército capaz de enfrentar seus inimigos árabes. Contra a vontade de sua esposa (Dickinson), Mickey parte na perigosa jornada e começa a transformar um confuso exército clandestino em uma máquina de combate de primeira classe. Mas à medida que a ameaça de guerra se aproxima, Mickey também precisa enfrentar sua crescente atração pela bela ativista Magda Simon (Berger).

OS QUATRO FILHOS DE ADÃO

Uma linda e jovem governanta impede que uma família se destrua neste sensível e emocionante drama. Emilie Gallatin (Ingrid Bergman, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por Assassinato no Orient Express, 1974; melhor atriz por Anastácia, A Princesa Esquecida, 1956; melhor atriz por À Meia Luz, 1944), uma gentil e amorosa garota estrangeira, entra em um lar norte-americano para trabalhar como governanta dos quatro filhos de Adam (Warner Baxter, vencedor do Oscar® de melhor ator por No Velho Arizona, 1929). Com sua devoção e força, acompanha a família quando esta passa pela morte da esposa de Adam (Fay Wray) e pela falência financeira de seus negócios. A família está prestes a se desmanchar quando um dos meninos casa com Hester (Susan Hayward, vencedora do Oscar® de melhor atriz por Quero Viver!, 1958). Emilie descobre que a futura noiva além de ser uma pessoa ciumenta e má, também é infiel e tenta avisar o restante da família – um esforço que resulta em sua demissão. Adam, entretanto, finalmente percebe o quão certa está Emilie e juntos descobrem o amor que cresceu entre eles durante os anos de convivência.

OS BRAVOS TÁRTAROS

Um elenco de primeira, Welles e Mature, capitaneado pelo grande diretor, Richard Torpe, este épico italiano transformou-se em um filme fantástico. Na Rússia medieval, temos a rivalidade entre os clãs vizinhos: Tártaros e Vikings. Os Tártaros são impulsionados por um desejo de conquistar o controle da região, os Vikings, pelo vigor em confrontos sangrentos. Acabam as duas tribos sequestrando as esposas dos chefes rivais. Oleg (Mature) é forçado a encontrar pessoalmente com o chefe tártaro Burundai (Welles), que está com sua esposa Helga (Orfei) aprisionada, enquanto os Vikings estavam com a bela Samia (Cortez), confinada em segurança. A diferença está no tratamento dado aos prisioneiros. Helga é drogada e jogada por Burundai aos soldados, para ser estuprada. Samia é tratada com respeito e o filho Oleg se apaixona por ela. Qual é o epílogo? Com um final surpreendente, uma batalha às margens do Rio Volga e com a aldeia viking em chamas. Esta super produção é mais uma bela obra-prima.

CAMINHO DA TENTAÇÃO

John Forbes é um investigador de seguros. Um dos seus casos recentes leva a conhecer Mona Stevens, uma jovem que se envolveu com um vigarista, culpado de um roubo que Forbes investiga devido ao processo de indenização da seguradora. Movido pela compaixão e pelo fascínio da jovem, Forbes deixa-se envolver sentimentalmente e até contorna alguns aspectos do caso, dentro da logística do seu trabalho. Tudo se complica quando Forbes é confrontado (e ameaçado) com o interesse sentimental de um detective privado (que Forbes tinha contratado no decorrer do caso pela seguradora) pela jovem. Como se fosse pouco, o detective encarrega-se de virar o ex-namorado de Mona contra Forbes.  Para sair dessa confusão, Forbes terá que usar mais de sua persuasão.
Deixe seu comentário:

Deixe um comentário