Lançamentos Classicline

Esse mês a Classic traz o filme que inspirou a série de TV Viagem ao Fundo do Mar e clássicos de todos os tempos:

100 RIFLES

Em 1912, o xerife e ex-cavalariano afroamericano Lyedecker (Jim Brown) cruza a fronteira do Arizona com o México e vai até a região de Sonora, em perseguição ao ladrão de bancos Yaqui Joe Herrera (Burt Reynolds). Quando o encontra num pequeno povoado, vê que Joe está para ser fuzilado pelo sádico General Verdugo (Fernando Lamas) por ter usado o dinheiro que roubara (6 mil dólares) para comprar ri es para o seu povo índio, os Yaqui, que estão em guerra contra os mexicanos. Lyedecker não desiste de levar o homem para o Arizona e o general acaba por achar que os dois são aliados. A dupla é salva pela vingativa rebelde Sarita (Raquel Welch) e, ao tentar se livrar de Verdugo, Lyedecker se torna, mesmo contra a vontade, um novo líder e herói para os nativos rebeldes.

A  FELICIDADE NÃO SE COMPRA

Em Bedford Falls, no Natal, George Bailey (James Stewart), que sempre ajudou a todos, pensa em se suicidar saltando de uma ponte, em razão das maquinações do banqueiro Henry Potter (Lionel Barrymore), o homem mais rico da região. Mas tantas pessoas oram por ele que Clarence (Henry Travers), um anjo que espera há 220 anos para ganhar asas, é mandado à Terra para tentar fazer George mudar de idéia. Fazendo-se visível e identificando-se, ele conta de sua missão, e ante o ceticismo de seu protegido, que se sentia um fracassado, o amigo espiritual mostra a sua importância na vida de amigos, familiares e de pessoas da sua cidade através de flashbacks.

O CAVALEIRO SOLITÁRIO  VOL. 3

The Lone Ranger é um famoso cowboy fictício do rádio, cinema e televisão,criado por George Washington Trendle e equipe e desenvolvido pelo escritor Fran Striker. Nas versões mais recentes, o cowboy é chamado de “O Cavaleiro Solitário”, mas no Brasil ficou conhecido durante muitos anos pelo nome de Zorro. Seu eterno companheiro é o índio Tonto, um valoroso combatente dos fora-da-lei. Além da máscara negra e do companheiro índio, Lone Ranger possuía um belo cavalo branco chamado Silver, famoso pelo grito que o herói dava ao se despedir a galope em direção ao horizonte: “Hi-yo Silver, away!”. Nos quadrinhos, Lone Ranger tinha pontaria certeira com ambas as mãos e sempre usava balas de prata. Nunca atirava para matar, preferindo desarmar seus oponentes com tiros certeiros em suas pistolas. Apesar da máscara, Lone Ranger nunca era perseguido pelas autoridades. Em algumas aventuras ele era acompanhado pelo sobrinho Daniel Reid. Por ter sido criado por George W. Trendle, Lone Ranger seria tio-avô do Besouro Verde. O autor confirmou o parentesco ao chamar de Britt Reid a identidade secreta do Besouro. É o mesmo sobrenome da identidade secreta do Lone Ranger, cujo nome é John Reid A primeira transmissão de “The Lone Ranger” ocorreu em 30 de janeiro de 1933, no canal de rádio WXYZ de Detroit, Michigan. Fred Foy foi o narrador do seriado entre 1948 a 1957.A última transmissão de rádio do Lone Ranger foi em 3 de setembro de 1954. Contudo o heróico cowboy só se tornaria conhecido internacionalmente graças a série de cinema e TV estrelada por Clayton Moore, que foi produzida de 1949 a 1957. No cinema, os filmes foram produzidos pela Republic Pictures. Moore foi substituído por John Hart no período de 1952-1954. Jay Silverheels interpretava Tonto. Uma nova versão chegou aos cinemas em 2013, intitulada simplesmente “The Lone Ranger”, com Armie Hammer no papel principal e Johnny Depp também no elenco. A direção é de Gore Verbinski.  

O ESCUDO NEGRO DE FALLWORTH

Nos dias de Henrique IV, o jovem Myles (Tony Curtis) e sua irmã Meg (Barbara Rush) foram criados como camponeses, sem qualquer conhecimento de quem seu pai realmente era. Um dia eles viajam para o castelo Macworth, onde Myles se apaixona pela filha do Lorde Mackworth (Herbert Marshall), Anne Janet Leigh), faz amigos e inimigos e aprende a ser um cavaleiro. Tudo isso, para que, através do planejamento de Mackworth e seu amigo, o príncipe Hal (Dan O’Herlihy), Myles possa recuperar seu direito de primogenitura usurpado pelo maligno Albon e ostentar o Escudo Negro de Falworth.

Tucker – O Homem e Seu Sonho

A história verídica de Preston Tucker (Jeff Bridges), um projetista que inovou a produção de carros em 1940. Seu primeiro emprego foi como office-boy na sede da Cadillac Motor Company, e durante toda a sua vida, Tucker foi um projetista e sempre elaborou planos industriais. Durante a II Guera Mundial, ele passou a fabricar veículos bélicos, mas com o fim da guerra, em 1945, ele destinou seu dom industrial ao seu grande sonho: construir um automóvel que fosse seguro, rápido, baixo, comprido e com boa aerodinâmica. Seu carro, o Tucker Sedan, possuía um design revolucionário para a época: era atraente, econômico e seguro. Mas a história que parecia ser o verdadeiro sonho americano sofre uma reviravolta quando a empresa ameaça o monopólio já estabelecido pelas outras grandes indústrias do setor, que com a ajuda do governo, realizam um dos maiores boicotes já registrados pela história.

VIAGEM AO FUNDO DO MAR – 1961

Uma expedição científica de rotina ao Pólo Norte transforma-se em uma corrida para salvar a vida na Terra, quando um cinturão de radiação no espaço incendeia-se e começa a aquecer o planeta de maneira incontrolável. O Almirante Harriman Nelson (Walter Pidgeon) e a tripulação do futurístico submarino atômico USOS Seaview, formada pelo Capitão Lee Crane (Robert Sterling), a tenente Cathy Connors (Barbara Eden) e a Drª. Susan Hiller (Joan Fontaine), além de outros cientistas e colaboradores, enfrentam sabotadores, criaturas marinhas gigantescas e ataques de submarinos inimigos durante sua corrida para evitar a catástrofe global.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário