PODERES E ORIGEM DO DOUTOR ALQUIMIA | Quadrinhoscópio


Albert Desmond, o Alquimia surgiu na revista Showcase #13, de 1958. Seu principal traço, logo de cara, foi a sua dupla personalidade; assim como o Duas-Faces, vilão do Batman, Alquimia tinha uma versão boa e má de si mesmo vivendo dentro da sua cabeça. Como estamos falando em quadrinhos, o lado mal logo resolveu viver do crime usando o seu grande conhecimento em química, sob o apelido de Senhor Elemento.

Sua carreira no crime logo foi interrompida pelo Flash e, após ser derrotado pela primeira vez, Desmond encontrou a Pedra Filosofal e fugiu da cadeia. Sim, você ouviu direito, aquela mesma Pedra Filosofal que é uma das quatro maravilhas do mundo da alquimia, aquela do Harry Potter, etcétera. Só aceita.

O fato é que Desmond voltou mais poderoso, agora sob a alcunha de Doutor Alquimia, e entrou em confronto com o Velocista Escarlate diversas vezes, sempre perdendo para o heroi de Central City. Posteriormente, o lado bonzinho de Desmond tomou conta, fazendo com que ele abandonasse sua vilania e escondesse a Pedra.

E é aqui que começamos com a novela mexicana.

Um segundo Doutor Alquimia surgiu nessa época – Alvin Desmond, o irmão gêmeo de Albert que compartilhava um elo psíquico com ele… Até que descobrimos que Alvin não é irmão de Albert de verdade. Alvin é uma criação da Pedra Filosofal a partir do lado mau de Albert, fazendo com que o novo Doutor Alquimia fosse literalmente o irmão gêmeo do mal.

Após a morte de Alvin na edição #41 de Flash, em 1990, Albert voltou a ter duas personalidades, e assumiu novamente o manto de Doutor Alquimia, entrando oficialmente para a Galeria de Vilões do Flash.

Quanto aos seus poderes ele tem… Nenhum. Por outro lado, sua Pedra Filosofal pode reconstruir e reestruturar a natureza molecular de qualquer elemento – em outras palavras, como o próprio Alquimia disse a certa altura, ele pode transformar um coração em carvão. Isso mostra como o Doutor Alquimia tem uma capacidade e potencial vilanesco absurdos, mas sua dupla personalidade e falta de ambição na vida fazem com que ele se mantenha como um ladrão de baixa periculosidade nas ruas de Central City.


NARRAÇÃO E EDIÇÃO:
Guilherme Albero

TEXTO E REVISÃO:
Erik Avilez


MÚSICA:
Argofox Creative Commons


REDES SOCIAIS:
http://facebook.com/CinescopioTV
http://youtube.com/CinescopioTV
https://twitter.com/cinescopiotv

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário