Clássicos Esquecidos: A Paixão de Joana D’Arc

Título Original: La Passion de Jeanne d’Arc
Ano de Produção: 1928
Dirigido por: Carl Theodor Dreyer
Estúdio: Société générale des films
Elenco: Maria Falconetti, Antonin Artaud, Eugene Silvain, Michel Simon
Lançado em mídia no Brasil: DVD

Quando selecionamos um filme para essa coluna, não analisamos a nacionalidade, quando foi produzido, se é mudo ou sonoro, em cores ou preto e branco. Analisamos a importância da histórica do filme (de televisão ou de cinema), série (de televisão ou seriado de cinema) e o seu legado para as gerações futuras e o que representou para as gerações passadas.

Produzido em 1928, numa época em que o cinema era considerado passatempo de segunda classe, pois o teatro era a diversão das elite da época, A Paixão de Joana D’Arc mostra os últimos dias da heroína francesa que viveu de 1412 a 1431. Capturada pelos ingleses e levada de volta a França, Joana foi julgada por heresia e condenada a morrer queimada na fogueira.

O filme demorou um ano em meio para ser produzido, onde o diretor abusou de close-ups do elenco para aumentar a dramaticidade, visto que o elenco atuou sem maquiagem ou qualquer efeito ótico. O resultado é um documento histórico dramático, graças a atuação da atriz de teatro Maria Falconetti (foi seu segundo e último papel no cinema). O diretor dinamarquês Dreyer após o término das filmagens, perdeu a maior parte do máster em um incêndio e teve que reeditar o filme através de cenas rejeitadas. Considerado maldito e perdido por décadas, uma cópia completa do filme foi encontrada recentemente em uma instituição mental em Oslo. E o mundo pode ver novamente a grande obra prima do diretor Dreyer.

A Versátil DVD lança a versão definitiva de A Paixão de Joana D’Arc, remasterizada através da cópia encontrada em Oslo, contendo vários extras, inclusive a versão de 20 quadros por segundo.

joanadvd

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário