Clássicos Esquecidos: Deu a Louca no Mundo (1963)

Título Original: It´s a Mad, Mad, Mad, Mad, World
Ano de Produção: 1963
Estúdio: United Artists
Lançado em Mídia no Brasil: VHS e DVD
Diretor: Stanley Kramer

Elenco: Spencer Tracy, Milton Berle, Sid Caesar, Buddy Hackett, Ethel Merman, Mickey Rooney, Jimmy Durante, Dick Shawn, Phil Silvers, Terry-Thomas, Jonathan Winters, Edie Adams, Dorothy Provine, Peter Falk  e mais um monte de atores…

O filme Deu a Louca no Mundo é considerado o E o Vento Levou das comédias. Rodado em 1962 ao longo de 166 dias embaixo de um verão extremamente quente, em várias comunidades costeiras da Califórnia e ao custo de US$ 9,4 milhões de dólares, o filme influenciou toda uma geração. O produtor e diretor Stanley Kramer era especializado em dramas pesados como Julgamento de Nuremberg (sobre crimes nazistas) e Matar ou Morrer.

Em um jantar com um crítico de cinema amigo em 1962, este desafiou Stanley dizendo que ele não era capaz de produzir comédias. Ele contratou então o casal de roteiristas William e Tania Rose e escreveram o roteiro em cinco horas. Decidido a fazer não apenas um filme de comédia, mas O FILME de comédia, Stanley convidou praticamente todos os comediantes do cinema e da TV, que estavam vivos, chegando ao incrível número de 145 atores e atrizes, muitos deles em rápidas aparições, como o trio d’Os 3 Patetas, que aparecem durante cinco segundos na tela.  Muitos declinaram ou não estavam disponíveis na época como Stan Laurel, (o Magro) Lucille Ball (a Lucy) e Red Skelton. Outros reclamaram que não foram chamados. Mesmo sem todos eles, o filme é um show de estrelas.

Produzido em Ultra Panavision, que foi um sistema que substituiu o Cinerama e com mais de cinco horas de material rodado, chegou-se a duração de 202 minutos, com direito a uma Overture, Intermission (intervalo entre filmes de mais de três horas) e uma música de saída. A Première foi feita no cinema de Hollywood Cinerama Dome que inaugurou para o filme em 7 de Novembro de 1963, ficando em cartaz lá por 67 semanas. Os executivos da United Artists acharam que o filme era longo demais e queriam que os cinemas apresentassem o filme mais de uma sessão por dia. Então foram feitos cortes com a presença de Stanley Kramer, diminuindo-o para 192 minutos. O estúdio ainda não estava satisfeito e Stanley fez mais alguns cortes, mas a United Artists ainda insatisfeita promoveu os cortes por ela mesma, e o filme perdeu a overture, intermission e a música de saída, chegando aos 154 minutos.

O filme foi um tremendo sucesso de público e crítica, inclusive aqui no Brasil, e ganhou três Oscar em 1964, os merecidos de Som e Efeitos sonoros, pois o filme é recheado de explosões, perseguições de carro, aviões, etc. e o de Fotografia. A versão de 154 minutos chamada de General Release ou versão padrão é a que o resto do mundo conheceu até o final dos anos 80.

Em 1990 a MGM já havia adquirido a United Artists, e em um depósito que armazenava restos de filmes antigos e estava prestes a ser demolido foram descobertas várias latas que continham vários trechos cortados da versão original, além de uma cópia em 70 MM do filme em más condições. A MGM chamou o produtor Stanley Kramer e juntos lançaram em 1991 em VHS e LD (nos EUA) a Special Edition de Deu a Louca no Mundo, que restaurou a overture, intermission, a musica de saída e mais 20 minutos de cenas cortadas.

Foi somente em 2014 que houve uma restauração da versão original pela empresa Criterion, especializada em reconstrução de filmes clássicos. Foram encontrados mais trechos cortados e vários elementos de áudio sem imagens, e assim foi lançada ao mercado a versão definitiva de Deu a Louca no Mundo, Extended Version em um pack de cair o queixo.

São cinco discos: o primeiro traz a versão remasterizada do lançamento de 154 minutos em DVD. O segundo traz em DVD a versão estendida restaurada da cópia em Cinerama com 197 minutos. O terceiro é um disco de extras que tem muitas coisas legais como trailers, spots, etc., incluindo a première do filme num documentário de quase 40 minutos mostrando os atores chegando ao cinema, suas esposas e legendas identificando cada participante. E o quarto e o quinto discos são a versão padrão e a estendida em Bluray.  Além disso, um booklet com informações e curiosidades e um mapa mostrando os lugares em que foram filmados. Imperdível!

É uma grande homenagem a um filme que influenciou uma geração e também a uma legião de filmes que copiaram a fórmula (mais ou menos) como Esses Homens Maravilhosos e Suas Máquinas Voadoras e A Corrida do Século.

Sinopse: Em uma viagem de carro na costa da Califórnia, cinco pessoas testemunham um acidente de carro, onde a vítima antes de morrer comenta que escondeu US$ 350.000,00 embaixo de um grande W no parque estadual de Santa Rosita (cidade fictícia). As cinco pessoas não chegam a um acordo e saem correndo em busca do dinheiro, não importando quais loucuras tenham que cometer para chegaram lá primeiro.

Em uma revisão, o filme não ficou datado, e está mais atual do que nunca.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário