Lançamentos: Studio Classic

Neste mês a Studio Classic traz grandes produções clássicas, destacando o filme Suprema  Decisão, que inspirou o seriado western O Homem de Virginia.

Suprema Decisão

Joel McCrea estrela como um rancheiro arriscado a perder seu melhor amigo e a mulher que ama quando é forçado a um confronto com impiedosos ladrões de gado. Quando Molly Wood (Barbara Britton) chega para ser a nova professora, o rancheiro (McCrea) e seu melhor amigo Steve (Sonny Tufts) são atraídos por ela disputam seu afeto. Com o intuito de fazer dinheiro rápido, Steve se envolve com a gangue de um poderoso corrupto. O rancheiro que escolher entre salvar ou entregar o amigo. Quando é ferido ao perseguir o cruel líder do bando, ele arrisca perder Molly, que está dividida ente fugir da selvageria do Oeste e o amor de seu Cowboy.

Curiosidades:

  • Este filme foi um dos maiores sucessos do cinema western na Paramount, e foi uma das mais de 700 produções do estúdio, filmadas entre 1929 e 1949, que foram vendidas a MCA / Universal Pictures em 1958, para distribuição exibição televisivas. A partir daí, os direitos de autor deste filme foram detidos e controlados pela Universal desde então.
  • O filme Suprema  Decisão acabou inspirando a série o Homem de Virginia (The Virginian) em 1962  com James Drury como o Virginiano e Doug  McClure como Trampas.

Lábios que Escravizam

Na tentativa de descobrir aqueles que estão por trás de roubos de motores de avião numa ilha da América Central, o agente federal Rigby (Taylor)  encontra seu principal suspeito, Hintten, acompanhado da esposa Elizabeth (Gardner), uma atraente cantora. Aos poucos ele tenta se aproximar, mas está sendo observado por Bealer. Rigby percebe que está no caminho certo quando Bealer oferece dinheiro para que ele deixe o local. Rigby não faz o tipo que aceita propina; ainda mais agora que ele e Elizabeth acabaram se apaixonando.

Minha Vontade é Lei

A cidade de Warlock vive um violento conflito em suas ruas. Temendo que os criminosos façam da cidade um antro de violência, um famoso pistoleiro é contratado para agir em nome da lei. Mas suas atitudes e posições muito semelhantes às dos criminosos, fazem com que a população indique um novo xerife para Warlock, que irá viver seus mais violentos dias em busca da justiça final. Um grande western. Tem uma trama rica, fascinante, inteligente, belas interpretações de grandes atores – Fonda, Widmark, Quinn, Malone –, bom ritmo, ótimas seuências de ação, cenários esplendorosos e, sobretudo, discute com seriedade o tema de como combater o mal, se dentro ou fora da Lei, e tem a coragem de fugir do maniqueísmo. Uma pérola do gênero,

O Filho de Ali Babá

Tony Curtis estrela com Piper Laurie a exótica aventura no deserto, o  Filho de Ali Babá. Situado na antiga Pérsia, Kashma Baba (Curtis) passa seus dias como um cadete militar e dedica suas noites aos prazeres. Tudo muda quando ele conhece Kiki (Laurie) que afirma ser um escrava fugitiva de um califa malvado (Victor Jory). Logo, Kashma descobre que  na verdade não é bem como as coisas aparentam. Produzido em magnifíco processo Technicolor, o filme  clássico é  repleto  de lutas de espada e estrondosas perseguições a cavalo.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário