Maratona: Rumo a ‘Vingadores: Era de Ultron’ – Capitão América: O Soldado Invernal

O ano de 2014 será lembrado para sempre pelos fãs do Universo Marvel. Esse, foi um ano que estrearam dois filmes excelentes do estúdio. Um deles é um filme que veio para dar um tapa na cara de quem achava que os filmes da Marvel eram só descontração e não abrangiam uma temática mais séria. Capitão América: O Soldado Invernal 

Dois anos depois de Vingadores, Steve Rogers ainda perdido no mundo atual, está trabalhando para a SHIELD e e fazendo o que sabe fazer de melhor: liderar. O filme se inicia com uma missão de resgate de um navio com agentes da SHIELD que foi tomado por piratas. Com uma bela sequencia de porradaria num estilo todo silencioso Capitão e seu grupo recuperam o navio. Durante a missão, Viúva Negra hackeia alguns dados de um computador, mas não revela a Rogers do que se trata e por que está fazendo aquilo.

Ao chegar ao Triskelion, base de comando da SHIELD, Steve vai atrás de Fury para tirar satisfações e para saber quais são seus planos. Fury planeja as informações obtidas por Natasha para criar satélites espiões capazes de monitorar e eliminar qualquer pessoa no planeta. Steve que não sabia do real objetivo da missão começa a ficar revoltado com a organização.

Depois dessa prévia de Guerra Civil, Fury é emboscado pelo Soldado Invernal no meio da cidade e depois de muito perrengue, o Diretor consegue fugir até o apartamento de Steve o avisa que VAI DAR TRETA toda SHIELD foi comprometida. O apartamento do Capitão é novamente atacado e dessa vez Fury não resiste e morre.

Quando Rogers se recusa a passar para Alexander Pierce  (o chefe fodão de segurança acima de todos) as informações dadas por Fury, ele é considerado um inimigo do estado e precisa fugir. O que gera uma das melhores cenas de elevador do cinema, e uma das melhores de fuga também. O espaço é pequeno mas os movimentos são precisos. Vemos o verdadeiro Capitão América em ação nessa fuga, tanto na cena do elevador, quanto na cena que ele derruba AMERICA, FUCK YEAH! um caça apenas com uma motoca, os punhos e seu famoso escudo. QUE CENA FODA.

Foragido e sem a quem recorrer, Steve se junta a Viuva Negra para investigar o que caralhos está acontecendo com a SHIELD. Após uma busca intensa e despistar seus inimigos eles encontram uma base antiga da SHIELD,  e lá descobrem que a HIDRA estava infiltrada desde a segunda guerra mundial e cometendo atrocidades históricas.

Eles se unem então a Sam Wilson, um ex-militar, agora como o herói Falcão, para invadir a SHIELD/HIDRA e impedir que o plano do satélite espião seja colocado em prática e centenas de pessoas que a Hidra acredita que possam um dia ser uma ameaça. Aqui é mencionado Stephan Strange, o futuro Doutor Estranho.

Rogers acaba enfrentando o Soldado Invernal no meio do caminho e reconhece ele como sendo seu antigo melhor amigo, Bucky Barnes. A luta termina sem vencedores e com a ajuda de Maria Hill, o trio obtem chips controladores que poderão deter o aeroporta-aviões.

Na SHIELD, Nick Fury aparece e desbloqueia COM SEU SHARINGAN o banco de dados da SHIELD para que a Natasha possa vazar todos os segredos dela e da HIDRA. Lutas e lutas depois, Fury mata Pierce, e os porta aviões são desativados e a SHIELD acaba.

No meio da queda dos porta-aviões, Steve cai para a morte mas é resgatado pelo Soldado Invernal, que simplesmente desaparece. Sem mais SHIELD, Fury forja sua morte novamente, e Natasha, Rogers e Wilson decidem rastrear o Soldado Invernal.

Esse texto é meramente o um resumo dos acontecimentos do filme e nada substitui ver essa obra prima da Marvel. É uma satisfação poder assistir uma produção com um nível tão bom de roteiro e direção. Não vejo a hora de ver o filme dos Vingadores sendo feito pelos mesmos diretores desse filme, os Irmãos Russo.

No meio dos créditos, vemos Barão von Strucker com o cetro de Loki e com dois de seus experimentos, os gêmeos… Mercúrio e Feiticeira Escarlate.

 

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário