Opinando: Constantine (1ª Temporada)

Constantine veio na onda de séries de quadrinhos que Arrow ajudou a popularizar. A série tinha muito material de primeira para se basear, um ator que era a cara do personagem e portanto muito potencial. Infelizmente, parou no “tinha potencial”.

Constantine conta a história de um exorcista que está em constante luta contra seus pecados do passado e os demônios do presente que começam a assolar nosso plano terreno numa escala que não era vista há muito tempo. Junto com ele nessa jornada temos Manny, um anjo, Zed, uma médium, e Chas, um homem amaldiçoado com imortalidade. Com todo esse palco montado a série poderia ter sido a melhor da temporada, mas erraram a mão.

O John Constantine da série é um personagem bem mais mole, centrado, sadio e educado do que o dos quadrinhos. Isso foi uma descaracterizada tremenda, o que já foi o suficiente para perder a parcela do público vinda dos gibis. Agora, para quem não conhece as obras originais e não pôde ficar incomodado com essa e outras mudanças pesadas, provavelmente ficou incomodado com o roteiro mesmo e como tudo após um tempo é quase sempre resolvido da maneira aleatória e sem graça. Posso estar errado, mas “culpo” tudo isso ao canal em que a série foi transmitida, a NBC é um canal família e portanto não pode trazer o peso que a obra precisava.

Mas sejamos justos, a série não é nem de longe de todo ruim. Matt Ryan é visualmente perfeito para o papel do exorcista e existem episódios com bons enredos como o que John sacrifica seu amigo e o da anja caída. Além disso, a trama que serve de engrenagem para mover todos os episódios é bem interessante, culminando numa ótima revelação no último episódio, mas que infelizmente não deveremos ver a conclusão. Ah, e a Angélica Celaya (Zed) é linda demais =P

No fim, eu até gostei de assistir a série e acompanhei religiosamente, mas ela teria se dado muito melhor nas mãos de algum outro canal como HBO, FX ou Starz. E o recado que deixo para os fãs que abandonaram depois do piloto é para darem uma segunda chance, pois alguns elementos bacanas foram trazidos dos gibis como Fausto e Papa Midnite. Agora é esperar que o personagem ganhe vida novamente em outro canal ou filme.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário