Opinando: Doctor Who (S08E02 – Into The Dalek)

Sim! Sim! Sim! Dessa vez o episódio foi sensacional e finalmente comecei a enxergar melhor o Capaldão, assim como sua função. Ele veio em hora certa, para provar pra todo mundo que um Doutor sério dá certo sim. Como muita gente (creio eu), demorei um pouco pra acostumar com o novo Doctor, mas agora parece que as coisas realmente engataram. O Capaldi é um ótimo Doutor, sinceramente, mas parece que o roteiro está atrapalhando um pouco as chances dele brilhar.

Aceite o fato. O Capaldi é rabugento, sério, seco, grosseiro e está bem no meio de uma crise existencial.

“Diga-me Clara, eu sou um homem bom”?
Depois de muito mistério criado sobre essa frase, entendi a aplicabilidade dela e ela é mais profunda do que eu imaginava. (Área de Soilers) Que conversa linda foi aquela com o mais adorado Dalek da face da terra, Rusty? O Dalek está vendo a mente do Doctor, o universo, a beleza das coisas e de repente vê a sua raiva pela raça dos Daleks e o Capaldi ainda tem que ouvir “Eu não sou um Dalek bom, você [Doutor] é um Dalek bom”. Isso é de fazer qualquer um pensar e repensar a vida que leva. É como se fosse um momento de desconstrução do Doutor, e, no final disso tudo, ele se viu fragilizado e com medo. Medo da sua própria pessoa, uma pessoa cheia de raiva e angústia.

“Diga-me Clara, eu sou um homem bom”?

E eu fico por aqui, mas antes quero deixar a seguinte imagem pra vocês:

episodes

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário