Entendendo o PG-13

Nos Estados Unidos, há uma classificação para filmes chamada PG-13 que significa “Parents Strongly Cautioned” ou “Pais fortemente advertidos”. Essa classificação (ou selo) indica que o filme não é aconselhável para crianças menores de 13 anos, mas você já parou para pensar o que definitivamente não pode haver nesses filmes?

1) Violência
A violência tem que ser caricatural, por isso você não vê sangue em todas as cenas que deveriam e vários personagens que morrem dramatizam ou saem voando quando recebem um tiro. Há uma cena em “O espetacular Homem-Aranha 2” em que um personagem bate a cabeça no chão e claramente deveria haver um pouco de sangue, mas não pôde.

2) Palavrões
Saca só: os personagens podem falar “foda” contanto que não seja em contexto sexual, ou seja, “foi foda”, “você é foda” e “foda-se” estão tudo bem, mas falar “a foda foi gostosa” é proibido nesses filmes. E só pode ser usada uma vez só. Por isso, você pode ouvir o Xavier jovem falando “Vai se foder” em “X-men: Dias de um futuro esquecido”.
Só filmes para adultos podem utilizar a palavra “motherfucker”.

3) Drogas
A referência de qualquer forma de droga já garante a classificação PG-13 ao filme e se for constante, recebe uma classificação mais pesada, porém há como driblar essa. No filme Scooby-Doo (2002), há uma cena em que Salsicha e Scooby estão dentro da Máquina do Mistério cozinhando enquanto a fumaça sai pelas janelas. Essa é com certeza uma piada de drogado que o sistema de classificação ou deixa passar, ou não entende.

4) Nudez
O filme pode mostrar nudez não frontal contanto que não exceda poucos segundos. Porém piadas de excitação em que uma mulher bonita aparece e qualquer coisa fica ereta são permitidas 

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário