Opinando: Black Sails (1ª Temporada)

Black Sails é uma série original da Starz produzida pelo Michael Bay. Só estas informações já são motivo o suficiente para criar interesse na série. Somando isto ao fato de Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra ter sido a última grande e boa produção sobre piratas, minhas expectativas e esperanças foram astronômicas. Felizmente, Black Sails não decepcionou.

A série se passa 20 anos antes do clássico literário A Ilha do Tesouro de 1883. Nela acompanhamos Capitão Flint e sua tripulação na missão suicida de saquear um galeão da Frota do Tesouro Espanhola, o Urca de Lima, durante um período onde os piratas foram considerados inimigos da humanidade. Enquanto isso também contemplamos diversos outros personagens, reais e fictícios, em pequenas tramas paralelas que culminam em grandes reflexos no rumo da série.

Nesta temporada então temos não apenas piratas sujos matando e saqueando, mas toda a preparação para a missão, desde o planejamento estratégico até a execução em si. Passando por intrigas, motins, traições, discussões políticas e diplomáticas, e sem deixar a vida pessoal, ao menos do Capitão, fora de foco. Outro ponto forte da série foi a caracterização, salvo as “donzelas” de pele impecável e os piratas bonitões limpinhos por razões óbvias, a imersão me fez acreditar estar em 1715.

Agora, mesmo com tudo isso e a ótima trilha sonora, alguns pontos me incomodaram. Além de algumas atuações forçadas, a ausência de um real protagonista me fez falta. O Capitão Flint deveria ocupar essa posição, mas ele é um babaca egoísta, o que impede qualquer tipo de identificação com o personagem. Sem contar que nos primeiros episódios ele deve ter menos tempo em tela do que seu contramestre.

De modo geral a temporada, de apenas oito episódios, foi extremamente satisfatória. Com boa história, bons personagens, lindas mulheres, bom humor e um clímax (quase) inesperado. Felizmente a segunda temporada já está confirmada para 2015. Pode não ser o entretenimento de piratas definitivo, mas sem dúvida supri a demanda.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário