Ellen Page faz discurso emocionante ao assumir publicamente sua homossexualidade

A atriz Ellen Page declarou recentemente ser homossexual durante uma campanha dos direitos humanos. Este não é o tipo de situação que costumamos reportar, pois num mundo ideal, opções, sejam sexuais ou não, não deveriam ser motivo de manchete. O caso a ser reportado aqui é o belo discurso dado por ela.

Durante um discurso na conferência Time to THRIVE, uma conferência que visa promover o bem-estar da comunidade LGBT, Ellen disse:

“Eu estou aqui hoje porque sou homossexual. E porque talvez eu possa fazer a diferença. Talvez possa ajudar outros a terem esperança e vidas melhores. E independentemente disso, para mim, sinto que tenho uma obrigação pessoal e uma responsabilidade social. ”

“Estou cansada de me esconder e cansada de mentir por omissão. Sofri durante anos por ter medo. Meu espírito sofreu, minha saúde mental sofreu e meus relacionamentos sofreram. E estou aqui hoje, com todos vocês, do outro lado desse sofrimento.”

“É estranho porque aqui estou eu, uma atriz, representando – pelo menos em um dos sentidos – uma indústria que impõe padrões esmagadores em todos nós. Não só aos jovens, mas para todos. Padrões de beleza. Da vida perfeita. Do sucesso. Padrões que, eu odeio admitir, me afetaram”.

“Você tem ideias plantadas em sua cabeça, pensamentos que nunca teve, que dizem como você deve agir, como deve se vestir e quem você deve ser. Eu tenho tentado resistir, ser autêntica, seguir meu coração, mas não é tão fácil assim.”

Page teve que pausar diversas vezes durante o discurso para tomar fôlego e controlar sua emoções. Em certo momento ela mencionou um texto que leu em um tabloide com uma foto sua vestindo calças de moletom: “Por que esta belezinha insiste em usar roupas masculinas?”. Ela respondeu:  “Porque eu gosto de me sentir confortável.”

De acordo com ela este tipo de esteriótipo não ajuda em nada. Seguiu então agradecendo símbolos de coragem e orgulho para a comunidade LGBT como o jogador Michael Sam, Laverne Cox de Orange Is The New Black e a dupla musical Tegan and Sara.

Em lágrimas ela terminou seu discurso desejando à todos um feliz dia dos namorados e um sonoro “eu amo vocês”. Com isso, Page além de se sentir melhor, tenta ser mais um símbolo notório de respeito e orgulho para todos os homossexuais que sofrem pelas suas escolha.

Sabemos que está não será a solução definitiva para este preconceito tolo e infundado, mas apoiamos Ellen pela coragem. E que ele sirva de exemplo para muitas pessoas pelo mundo a não terem vergonha de serem quem são.

Para os que entendem inglês, segue o discurso completo abaixo.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário