Piloto de Jornada nas Estrelas Completa 50 Anos

O piloto original da série Jornada nas Estrelas Clássica “The Cage” completa 50 anos.

Considerado um documento histórico da televisão, ele foi produzido pelo Estúdio Desilu em 1964, para apresentar junto a rede de TV NBC, o conceito da série Jornada nas Estrelas, visando sua aprovação como série.

O criador e produtor de Jornada, Gene Roddenberry, prometeu aos executivos da rede que Jornada nas Estrelas seria um faroeste espacial, gênero que estava em moda na TV naqueles tempos. Com essa promessa, Gene recebeu aval e dinheiro para a produção de um piloto, mas entregou uma coisa totalmente diferente. Produzido com outro elenco (com exceção do Sr. Spock feito pelo mesmo ator Leonard Nimoy, mas de forma um pouco diferente do que conhecemos) contava a estória do Capitão da Enterprise Christopher Pike (interpretado pelo ator Jeffrey Hunter) que é sequestrado por alienígenas e colocado em uma jaula (The Cage) com uma humana, Vina (a atriz Susan Oliver), para colonizar o planeta.

Ao invés de entregar um faroeste espacial, Gene apresentou um episódio de ficção científica de primeira qualidade, sem ação, com insinuações sexuais e psicológicas e apresentando uma mulher como primeiro oficial da nave Enterprise, chamada Number One (feita pela atriz Majel Barret que mais tarde seria a Sra. Gene Roddenberry). The Cage foi rejeitado pelos executivos da Rede NBC que não aceitaram uma mulher na ponte de comando e com certeza todo o conteúdo sexual implícito, mas viram que com algumas alterações, poderia virar uma série de sucesso. E os executivos autorizaram a produção de um segundo piloto, com outro elenco que foi aprovado sem restrições.

A série tinha então dois pilotos, e como a Desilu tinha vários problemas financeiros na época, ela pediu a Gene que escrevesse um episódio modesto onde quase todo o piloto The Cage seria aproveitado. Com esse conceito “envelope” foi criado então o episódio de duas partes A Coleção no primeiro ano da série. Após a produção deste episódio duplo, a Desilu se livrou de todas as cópias do piloto original, com exceção de uma cópia em 16 MM, que serviu de copião, que era de propriedade de Gene Roddenberry.

Nos anos 60 e 70, Gene usou muito essa cópia para apresentar a estudantes de Cinema em universidades americanas o conceito da série. E por muito tempo se pensou que esta era a única cópia completa do piloto original. Em 1986 a Paramount resolveu pedir emprestado a Gene a copia rebuscada de 16 mm e lançou o piloto The Cage em fita VHS com parte colorida (o que foi ao ar no episódio A Coleção) e parte em preto e branco da cópia de 16 mm. A fita também tinha os comentários de Gene antes e depois do piloto.

Em 1988 foi encontrado nos arquivos da Paramount uma cópia colorida completa do piloto The Cage, que foi restaurada e lançada em fita VHS. Aqui no Brasil não foi lançada a versão de 1986, mas ela está nos extras no Box de DVD de Jornada nas Estrelas, assim como a versão restaurada de 1988. A versão restaurada saiu aqui pela extinta CIC Vídeo em 1990 e foi lançada em 1998 para o mercado de sell through pela mesma CIC Vídeo, a versão copião de 16 mm sem restauração. Pelo que consta essa versão do 16 mm só foi lançada aqui. Vejam imagens abaixo:

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário