Filmes Esquecidos: Curuçu, o Terror do Amazonas

Curucu, o Terror da Amazônia

Ficha:
Curuçu O Terror do Amazonas (Curucu, Beast of The Amazon) 1956, Universal Pictures.
Elenco: John Bromfield, Berverly Garland, Tom Payne, Wilson Viana, Andreia Bayard e Luz Del Fuego.
Direção: por Curt Siodmak

Quando Hollywood faz algum filme com Brasil como cenário todos ficam com o pé atrás, pois nos últimos anos sempre foi assim: o país é uma selva, todos falam espanhol, a capital é Buenos Aires, etc. Parece que não fazem pesquisa e quando fazem, bem…

Mas nem sempre foi assim. Na década de 40 e 50, motivados ainda pela política da boa vizinhança (da segunda guerra mundial) e também pelo fato de Carmem Miranda estar no auge na terra do Tio Sam, Hollywood tinha mais tato para retratar a América Latina em seus filmes.

Foi em 1956 que a Universal, ainda com a fama de estúdio que só fazia filmes de monstros, teve a ideia de fazer um filme do gênero no Brasil. Contrataram outrora grande diretor alemão Curt Siodmak que em fim de carreira, estava aceitando qualquer trabalho e a equipe veio ao Brasil, mais precisamente ao Belém do Pará para filmar a estória. A trama foi tentada anos mais tarde com o filme Anaconda.

No filme, o governo americano estava preocupado, pois recebera muitas notícias que a população da Amazônia estava sendo atacada por uma criatura monstruosa chamada pelos nativos de Curuçu.
É enviado então o caçador Rock Dean (John Bromfield) para a Amazônia e lá encontra uma bela doutora americana (Beverly Garland) que trabalha com os nativos brasileiros em uma aldeia. Juntos eles vivem muitas aventuras a procura do tal monstro.

As cenas filmadas em Belém do Pará são bonitas, foram usadas pessoas da região como atores e todos falam realmente português, até os índios. Mas nem tudo foi festa. A equipe, os atores e principalmente o diretor alemão que teve um piti por causa do calor e dos mosquitos, tiveram que sair das “selvas de Belém do Pará” e foram parar em São Paulo, mais precisamente em São Bernardo do Campo, nos estúdios da Vera Cruz, onde 90% do filme foi filmado, com direito a selva e tudo.

Dos atores nacionais que participaram, menção para Tom Payne como o chefe índio e pela fantástica aparição de Luz Del Fuego em seu primeiro papel no cinema.

A última vez que foi exibida em TV aberta foi em 1975, ainda com a dublagem da AIC dos anos 60, onde fizeram um excelente trabalho colocando sotaque nas vozes estrangeiras. Quem sabe algum canal de TV por assinatura possa resgatar essa preciosidade pouco conhecida entre nós.

Algumas frases nos posters de cinema usadas para chamar a atenção dos expectadores:

Actually filmed in the Amazon Jungle in spectacular Eastman Color!
(Filmada realmente na selva amazônica no espetacular processo Eastman Color!)

THRILLS NEVER BEFORE SEEN ON THE SCREEN!
(Emoções nunca vistas na tela do cinema!)

SEE: VOO-DOO RITES OF HEAD-SHRINKING TRIBES!
(Vejam rituais vudu, com tribos caçadores de cabeças!)

Like nothing your eyes have ever seen before!
(Os seus olhos jamais viram coisa parecida!)

Confiram os primeiros dois minutos do filme. Com direito ao primeiro ataque do temível Curuçu!

Curtam nossa página no FacebookTwitter YouTube. Escrevam e opinem.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário