Coma x Coma A Minissérie

Bem, refilmagens existem aos montes, mas algumas não deveriam ser feitas…

O livro Coma foi lançado em 1977 pelo médico Robin Cook e foi sucesso instantâneo, pois trazia a tona um assunto polêmico: até que ponto podemos confiar nos hospitais que existem para tratar e “curar” pacientes?

A MGM correu na frente e adquiriu os diretos do livro e junto com Robin e o diretor Michael Crichton (autor do Parque dos Dinossauros) e criaram uma versão cinematográfica em 1978.

Contando com atores como Michael Douglas, o saudoso Richard Widmark e a atriz franco canadense Geneviéve Bujold no papel principal, Coma acabou virando grande sucesso no cinema e mesmo numa época onde os efeitos digitais ainda não existiam, graças à habilidade de fotógrafos como Victor J. Kemper e Gerald Hirschfeld, foram criadas cenas memoráveis e arrepiantes.

Bem, 35 anos depois a produtora Scott Free dos irmãos diretores Ridley Scott e Tony Scott (falecido em 2012) adquiriram os direitos do livro e criaram uma minissérie de 02 capítulos para a TV. Fizeram adaptações do romance original, e acredito ser o maior erro da minissérie, mudando características como a da médica Dra. Susan Wheeler, que virou estudante de medicina que descobre uma conspiração no Hospital Boston Memorial.

O que era suspense no filme de cinema acabou virando um monte de efeitos visuais para encobrir os buracos do roteiro. Mesmo trazendo nomes de peso do cinema como Richard Dreyfuss, James Woods, Geena Davis (que mais parece uma aberração depois de tanto Botox) e a bela Lauren Ambrose no papel principal, a minissérie que passou aqui no canal pago A&E deve ajudar quem sofre de insônia, é tiro e queda!

Como a Sony ainda não se animou a lançar em DVD aqui, alugue o filme original e faça uma sessão pipoca. Ou espere a próxima reprise no canal TCM.

Confira abaixo o trailer do filme:

Curta nossa página no FacebookTwitter YouTube. Escrevam e opinem.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário